domingo, 1 de maio de 2011

8 comentários:

José E. Cabrita disse...

Embora seja uma lenda não deixa de ser interessante. Conheço o local e não vejo vestigios de tal barranco.
Mas as pessoas mais antigas falam disso.
Obrigado amigo
Portimão.

SOL da Esteva disse...

António

Mais uma delícia das Histórias de Mouros e Mouras que a troco da liberdade, encantam o nosso imaginário.
O Bem a triunfar por recompensa da coragem e da bondade.

Abraços
SOL da Esteva

Filipe Gomes - de São João da Madeira disse...

Meu caro amigo, sempre em acção à procura do imaginário do teu lindo Algarve.

José Rodrigues disse...

Olá TóManel!
Permita-me tratá-lo assim, mas fico encantado com as lendas aqui mostradas.A maior parte delas não as conhecia.É bom haver pessoas que se dedicam a estas coisas para as novas gerações, por que como sabemos, a internet acabou em parte com as leituras de livros por parte da maioria dos jovens de hoje. Bem haja.
Um abraço,

José rodrigues

JOSÉ RODRIGUES disse...

Olá TóManel!
Permita-me tratá-lo assim, mas fico encantado com as lendas aqui mostradas.A maior parte delas não as conhecia.É bom haver pessoas que se dedicam a estas coisas para as novas gerações, por que como sabemos, a internet acabou em parte com as leituras de livros por parte da maioria dos jovens de hoje. Bem haja.
Um abraço,

José rodrigues

Anónimo disse...

A desafectação de forma e estilo e a singeleza destas histórias com o bem a triunfar são sempre "bonitas"...pena eu não saber onde fica a Mexelhoeira Grande para, numa calma tarde de verão, contar a história do mourinho, à minha moura que me encanta há quarenta anos.
Um abraço TóManel

Vasco A. R. da Gama

Vas. A. R. da Gama disse...

Anónimo deixou um novo comentário na sua mensagem "O MOURINHO ENCANTADO: Lenda da "Cobrinha do Barran...":

A desafectação de forma e estilo e a singeleza destas histórias com o bem a triunfar são sempre "bonitas"...pena eu não saber onde fica a Mexelhoeira Grande para, numa calma tarde de verão, contar a história do mourinho, à minha moura que me encanta há quarenta anos.
Um abraço TóManel

ANTÓNIO SANTOS (TOMANEL) disse...

Obrigado amigos e amigas.... pelos comentários que aqui vão fazendo.
O autor